segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Nostalgia, segundo Ellen Cristina

Nao tem como negar que estou muito saudosa.
Nao chega a ser homesick, mas diria que 'e um momento de nostalgia.
Nostalgia? O que 'e nostalgia? Achei alguns conceitos interessantes:

"Tentamos enganar o nosso corpo com trabalho, conversas, fotografias...Só para não pensar nisso: num passado..."

"Sentimento de saudades de algo que já aconteceu, mas, diferente de saudades, na nostalgia esse sentimento não diminui ao reviver o acontecido, pelo contrário, aumenta."

"s.f. Melancolia, tristeza causada pela saudade de sua terra. / Saudade do passado, de um lugar etc."

"O conceito de nostalgia é muito mais dolorido do que o de saudade. A saudade é bonita, dá para o Carlos do Carmo e a Amália cantarem. A nostalgia pressupõe amigos que morrem; (...) filhas que crescem e já não são como eram em pequeninas; eu que já não tenho a destreza dos vinte anos, já não jogo à bola; (...). A nostalgia não está devidamente contemplada na poesia portuguesa. À força de tentarmos fazê-la passar por uma categoria filosófica menor chamada saudade, esquecemo-nos de que o tempo foge e ninguém o agarra."

"Melancolia, abatimento profundo de tristeza, causado pelas saudades do lar ou da pátria. "


Um pouquinho disso, um pouquinho daquilo... mas nostalgia para mim foi chegar do curso de ingles, em pleno domingo, estacionar o carro e nao ter coragem de sair.
Foi abracar o volante e contemplar a lua cheia entre as arvores. Foi observar o quao rapido as nuvens estavam se locomovendo nos ares. Foi entao perguntar: Nossa, nao tem uma estrela aqui? E entao acha uma e depois mais outra.
Nostalgia foi observar o quanto as cigarras cantavam em plena 22:00h. Foi questionar por que apesar de 22:00h, nao parecia ser 22:00h, mas 21:00h. Foi entao olhar o pedacinho de estrada e perceber o quanto estava escura e vazia.
Nostalgia foi perceber que nao estava no meu carro, nao estava na minha casa, nao estava no meu Brasil.
Nostalgia foi pensar que apesar das nuvens, dos ceus e das estrelas nao pertecerem a um povo, a uma nacao, no meu pais eles tem uma vista diferente. Do meu pais posso ver mais estrelas, do meu pais as nuvens nao estao com pressa e as cigarras nao apenas cantam, mas louvam.
Nostalgia foi ter que sair do carro e pensar comigo: Ai, Deus, nao 'e a minha familia...nao 'e a minha casa
Nostalgia foi abrir a porta e sentir o frio do ar-condicionado e o calor do Max e da Shoulby me comprimentando. Foi subir ao meu quarto, parar na porta e perguntar: e agora?! Eu parei e fiquei olhando, talvez procurando...talvez procurando algo meu, algo que me identificasse. Eu nao encontrei, mas fui impulsionada a entrar e fechar a porta do quarto.
Continua-se a vida de au pair.
Isso para mim foi nostalgia.

2 comentários:

Final Feliz disse...

Saudades vem.. Mas as lembranças do q foi e do q poderá vir.. nos mantem firmes em nosso propósito neh.

Bjim

Final Feliz disse...

Atualizaaaa!

Atualiza!!

atualiza!!

hehe

Bjim