terça-feira, 8 de janeiro de 2008

O ABC do programa Au Pair (EUA)

Oiiiiiiiiii, gente!!!

Ano Novoooo! 2008, Graças a DEUS!!!!

Quero deixar aqui meu presente de Natal para todos que estão pesquisando sobre o programa de au pair. É um documento bem longo, mas muito bem explicadinho...não tem como ter dúvidas...Eu o achei remexendo nas minhas coisas e achei que poderia ser de grande valia para quem está começando. Eu vou postá-lo aqui, mas não sei de quem é a autoria... :( Que o autor me perdoe...

Tá, e o meu presente?! Caramba, hein?! Ninguém deixou uma mensagem de feliz ano novo!!! Que ingratidão...

Caramba, amigos, olha, acabei de ver que o documento tem 33 PÁGINAS!!!

Vou fazer o seguinte, vou postar aqui todo dia um tópico... assim não fica cansativo para ninguém, ok?!

A primeira parte se chama: Como funciona o processo de au pair.

" COMO FUNCIONA O PROCESSO DE AU PAIR

Após pesquisar sobre o programa, visitar várias agências, assistir a diversas palestras você chegou a decisão de que o programa Au Pair é o melhor para você? Então está na hora de escolher a sua agência.


Agências:
O programa não se diferencia em nada de agência para a agência.
O que muda são os extras: o local e a duração da orientação, o valor e quando é feito o reembolso, ao pagamento ou não da passagem de volta, os testes que serão aplicados, a rapidez do processo e é claro a agência internacional.
Escolheu? Então paga a inscrição, pega o dossiê e se prepara para os testes.

Testes:
Como são os testes e quando serão aplicados varia de agência para agência, e são essenciais para que você seja aceita no programa, eles são bem simples não precisa se preocupar.
O teste de inglês é pra avaliar seu nível, afinal um dos requisitos é que você tenha conhecimento de inglês.
O teste psicológico nem precisa dizer. Nada mais é que um monte de perguntas sobre sua personalidade tentando fazer você cair em contradição. Somente a agência internacional corrige este, e quando algo dá errado, em alguns casos eles mandam você refazer o teste.

Dossiê:
È longo, trabalhoso, às vezes confuso, por isso preencha com muito cuidado, pois estes dados são essenciais para que você seja aceita no programa.
O dossiê é dividido em 6 partes:
1. Seus dados pessoais, se fuma, tempo de direção, seus estudos, seus interesses no programa;
2. Referencias da suas experiências com crianças;
3. Referencia de caráter, preenchida por alguém que te conheça bem, e que vai falar muito bem de você;
4. E o formulário médico, que deve ser revisado e assinado pelo seu médico;
5. Foto colagem com fotinhos suas com a família, amigos, priminhos (as), as crianças que você já cuidou e claro seus bichinhos de estimação;
6. Dear host family letter onde você vai falar tudo sobre você, a sua experiência com as crianças,
Depois que você conseguir fazer tudo isso a sua agência aqui no Brasil vai rever tudo, ver se não tem nada errado e então fazer uma entrevista com você.

Entrevista:
É feita pela sua agente e é toda em inglês, serão feitas perguntas sobre você, sua família, sua experiência com as crianças, é praticamente um geral do seu application.
Correndo tudo bem pago as taxas, seu dossiê será encaminhado para a agência internacional.

Aceite:
Demora mais ou menos 1 mês para chegar (depende da época do ano), em algumas agencias um e-mail é enviado informado, em outras as meninas são surpreendidas com ligações de famílias, vale a pena verificar isso quando for escolher sua agência.
Sendo aceita no programa, seu dossiê será enviado para as famílias que tenham um perfil parecido com o seu.
Então nesse um mês de espera, pense em todas as perguntas que lhe possam ser feitas, pense no que você quer saber sobre as famílias, treina seu inglês, porque assim que seu aceite chegar você pode receber uma ligação ou e-mail a qualquer hora.

Escolhendo uma família:
Por favor, tenha muito cuidado com essa parte
Lembre-se, é um ano de sua preciosa vida que estará em jogo (sem contar a da família)
Pense, converse, e se possível, negocie. Não abra mão do que é essencial, jamais. Tenha a certeza que existe uma família que vai te aceitar do jeitinho que você é e entenderá que o que você pede não é nada absurdo.. São só coisas das quais você sente necessidade. Cuidado com as desesperadas, elas podem prometer mundos e fundos e chegando lá viram aquele temido bicho-papão! Converse muuuuito mesmo! Não tenha medo!

Match:
Aqui é quando você tem aquela certeza inabalável que aquela família vai te fazer feliz e te completar durante este um ano. A família quando gosta muito de você pergunta se não vai querer fazer o match com eles.
Como assim?
Eles irão perguntar se você quer trabalhar com eles e isso pode varia de acordo com a família. Tem muitas que apesar de serem de outro país, mais parecem brasileiras, deixam tudo pra última hora. Resultado: ficam desesperada ligando para qualquer um; não que você não seja especial, mas eles não irão considerar muito as conversas e tentarão fechar tudo o mais rápido possível!

Consulado:
Caramba, quanta coisa já se foi. Nessa hora você já tem uma família maravilhosa e uma data de embarque prevista. Só uma coisa no caminho: o visto!
Sempre dizem que é fácil e praticamente nunca negado, mas acontece de o cônsul estar azedo e descontar em você. Então tente não deixar nada para trás, leve todos os documentos e vá vestida(o) bem, discretamente.
Temos a certeza que quem fez com muito carinho todos os passos até aqui vai conseguir passar por mais esse.
Então mantenha a calma e ache algo divertido para fazer dias antes da entrevista. Quem prestou vestibular sabe que não é bom estudar antes da prova, o melhor é marcar encontros com amigos e sair para se divertir.
NÃO É PARA BEBER. Por favor hein, nada de chegar bebum no consulado!
Para quem viaja de longe para fazer a entrevista é sempre uma boa pedida marcar encontros com au pairs que estarão fazendo a entrevista pela mesma época!

Preparando as malas:
Depois desse tempo todo planejando, é hora de ver tudo se realizando. Não deve faltar muito para viajar e com certeza você pensará em tudo que até agora não teve tempo e, um segredinho, agora não vai dar também!
Hold that thought! Comece a por a mão na massa e faça as malas com aquele pensamento de Here I go!!
Evite muitas coisas e só leve o básico do básico. Prefira levar ao menos bagagem a bordo com algumas mudas. Você não vai querer abrir a mala grande durante a orientação! Muito trabalho para pouca coisa e no fundo, ninguém, ninguém mesmo, vai reparar no que você está usando!
Não leve mais que duas malas grandes! Muita coisa vai ficar encostada por lá! Então a palavra de ordem aqui é "mínimo"!!!

Embarcando:
Algumas meninas moram longe e precisam de ajuda, então se você mora perto do aeroporto, se possível, ofereça sua casa como local de estadia para algumas garotas que precisarão passar parte do dia! Não custa nada e assim você acaba tendo a oportunidade de conversar com mais pessoas em estágios diferentes do programa!
Para você que está embarcando: Nada de vergonha! Solte a língua! Lembre-se.. já já você só ouvirá inglês (ou outra língua) e nada da sua belíssima língua natal! Aproveite esses últimos momentos e entre no avião totalmente confiante! Você está a pouquíssimos passos de estar lá!
Despache sua mala com segurança e prefira enrolá-la no papel-filme para não acabar suja e também diga não a tudo aquilo que perguntam! Hahaha! Por favor, não digam que existe tesoura, remédios e objetos do gênero na mala! Assim você terá sua mala revistada e revirada! Evite dor de cabeça! Já existe muito o que fazer!!

Imigração:
Um dos maiores medos de qualquer imigrante! Mas é tranquilo, eles vão te fazer algumas perguntas para ver de onde veio e para onde vai. Como na entrevista do visto, só responda o que for perguntado, falar demais pode te embananar. Eles podem querer ver sua mala de mão e bolsas. Principalmente se você deu alguma informação comprometedora quando embarcou. Não se estresse com isso ok!?

Orientação:
Dura pelo menos três dias e é obrigatório para quem foi por agência! São os dias preparatórios para seu ano e você terá palestras sobre quase tudo o que pode acontecer por lá e como reagir a certos problemas! Fica em NYC ou em algum lugar próximo a ela, num hotel ou escola, depende da agência. No último dia várias meninas optam pelo city tour em NYC, uma espécie de despedida!

Casa da família:
Logo depois de sua orientação você irá para a sua nova casa! Evite ficar muito parada(o) nos primeiros dias e demonstre interesse por tudo que te cerca. Não seja intromentida(o) mas seja curiosa(o) saudável! Pergunte tudo sobre a casa, costumes e espaços. Evite reclamar. Seja simpática(o) e demonstre sua felicidade de estar ali! Faça amizade com seus hosts e kids, lembre-se de que você está começando a construir um relacionamento com eles!
Caso você tenha vindo sem agência, esta será sua primeira etapa, mas os procedimentos são os mesmos!!

1 ano depois:
Poucos meses antes do fim de seu ano você será contactada(o) pela sua agência para resolver o fim do seu primeiro ano. Caso você queira estender, tirar o 13° mes ou simplesmente ir embora, é agora que você decide! Se decidir ir embora, logo sua passagem lhe será entregue! Caso deseje ficar, os devidos documentos serão enviados para que você tome conhecimento das leis e bla bla blas! Se você foi sem agência, aqui é sua hora de decidir se vai ficar mais ou se vai embora, lembre-se sempre da validade do seu visto, no caso de au pair de agência o consulado é avisado, no seu caso não tem isso! Em todos os casos tem que ver a validade do passaporte também!

Retorno:
Uma hora ou outra ele chega! Ou seja, querendo ou não você irá retornar para casa um dia! Não fique triste! Lembre-se de seus antigos amigos e sua família que te aguarda ansiosa! Pense que terá uma nova vida retornando, novas oportunidades!"

 

Um forte abraço a todos.

Jesus Cristo os abençoe.

2 comentários:

Kenynha disse...

Oi Ellen...passando por aqui de inicio como intrometida rs...
Mas estou entrando no mundo de au pair....e gostaria de manter contato com algumas garotas!!!
Beijinhos

Camilla disse...

Oi Ellen, td bom? Achei muito carinhoso de sua parte postar todas essas informacoes enorrrmes e extensas para outras pessoas que se interessam pelo programa. Certamente voce me ajudou muito a saber desse processo de au pair. Na verdade eu conheci uma familia que quer ficar comigo nos Eua.. eu ainda estou nos EUA como turista, mas eu preciso estar ai no brasil para me cadastrar no programa e voltar para ca :) Boa sorte pra voce!! E pra mim tb ne? Vou precisar.. hehehe